Feliz dia das crianças para quem é criança e doces lembranças para quem um dia foi.

Eu queria ser criança para brincar de bolinha de gude, outra vez.
Soltar pipa, rodar o peão, brincar de pique-esconde, queimadinha e tudo mais... Ah, eu queria poder ser criança, outra vez!

Gostaria de chamar o cachorro Tupã e jogar a bola para ele ir pegar ou, quem sabe, me esconder nas árvores para ele me procurar. E, assim, ouvir ele chorar por não conseguir me achar.

Como eu queria ser criança, outra vez. Meu Deus, eu queria...
Subir e descer os montes, andar de bicicleta e tomar banho de cachoeira, fazer tudo isso e não me cansar. Ah Senhor, como eu gostaria de voltar minha infância...

Eu queria ser criança, outra vez...

Queria poder voltar nos tempos em que o meu único compromisso era fazer o dever de casa e nada mais. Depois deitar no colo do meu avô (in memorie), ou da minha vó para eles me contarem histórias e assim, acariciarem os meus cabelos.
Puxa, como eu queria ser criança outra vez...


Poesias & Crônicas de Márcio Nato