Quem eu sou? Um ser humano igual a você....

Bem, deixe-me, com gentileza, esclarecer uma coisa.
Eu não sou perfeito! Nem sempre tenho boas coisas para falar. Sou um ser humano como você! Tenho os meus problemas e as minhas lutas.
Tenho os meus dilemas e frustrações, alegrias e decepções.
Assim como você, eu me irrito, fico grosso e até posso perder a linha e sair da minha boca palavras torpes e tortas, ou seja, palavrões.
Sou humano igual a você, não sou melhor e nem pior, somos iguais. Uns com mais e outros com menos defeitos e qualidades.
Nem sempre sou um mar de rosas... É isso aí!
Quer gostar de mim? Aceite-me com os meus defeitos, assim como vou receber você com os seus defeitos e qualidade. Já pensou se todo o pé de fruta fosse manga???
Boa noite
Poesias & Crônicas de Márcio Nato