A luz do teu olhar

Hoje, ao acordar pensei em você. Pensei no teu modo de falar, o teu jeito de andar e ainda, dei-me o luxo de imaginar teus lábios a sorrirem. Pensei se você está contente ou triste, pergunto-me, será que a turbulência já passou?  Não quero te ver triste, nem tão pouco solitário (a) ou, se sentindo sem chão...

Inspiro pessoas para escrever canções e poesias para avivar o teu ser. Não quero que ande choramingando pelos cantos. Você não deve se entregar as dores que o nosso coração cria. Você é mais do que podes imaginar!

Você é um ser tão amável e doce, obra prima de perfeição. Tens um modo todo especial e único de viver, e é por isso que te quero sempre feliz. Te quero feliz para que pessoas sejam guiadas para a felicidade pelo caminho da luz do teu olhar.

És uma pessoa graciosa, cheia de vida, amor e garça... Então, não se deixe abater e nem ponha em cheque o que sinto por você. Te quero bem! Quero ver-te feliz!

A luz do teu olhar reflete amor, benignidade, bondade e gentileza. Reflete compaixão, ternura e paz.

Quando você desistir de lutar e perceber que não vale a pena mais continuar insistindo em algo que te faz sofrer, deixa-me cuidar de você. Permita que eu entre em seu coração e faça você se sentir a a pessoa mais amada deste mundo.

Se você quiser, posso fazer isso por ti. Mas só se você deixar...

No entanto, agora, neste momento, eu só vou observar e velar por você. Lembre-se, eu sempre estarei aqui quando precisares de mim.


Poesias & Crônicas de Márcio Nato