Manoelzinho Aprontando com o Heliton Batista

Certo dia Heliton Batista participava de uma palestra sobre prevenção a saúde, lá o repórter pergunta para a platéia: __ Se vocês estão a noite em casa e percebem que alguém está com um princípio de enfarte, o que é correto fazer, o que vocês fariam?

Para o terror do palestrante está entre os presentes, no meio do público, o menino Manoelzinho. Manoelzinho, como todos vocês já sabem e cheio das suas travessuras e frases marcantes. Então, o menino grita do meio da plateia:__ A pagar a luz moço!

 Nesse momento o pai de Manoelzinho tenta controlar a situação:__ Manoelzinho, fique quieto, deixa o moço falar, Desculpe, senhor é só meu filho prossiga...

Mas, no entanto Heliton Batista, decidiu dá trela ao menino: __ Não, senhor, não entendi o que seu filho quis dizer. Como assim menino apagar a luz?

É, responde Manoelzinho, ou fechar os olhos, continua a ele.  Fechar os olhos?, indagou o repórter.
Sim, disse o menino. Como assim menino? Assim, a pessoa morrerá. Batista.
 
Manoelzinho vira os olhos e sacode a cabeça de um lado para o outro larga a pérola:__ To vendo que senhor não entende nada mesmo.  - todos na platéia dão risadas - 

__ Como não entendo rapazinho? Indagou ele,  e o menino responde: __ Ué, o senhor não sabe o que os olhos não veem o coração não sente? Então, é só apagar a luz ou fechar os olhos. Ai, ai esses adultos pensam que sabem tudo...

Poesias & Crônicas de Márcio Nato