A história de Ulisses

Ulisses tem 52 anos, já traz no seu rosto as marcas da experiência de muitos anos de trabalho. Seus cabelos já são grisalhos indicando a idade que lhe acompanhar.


O homem muito temo trabalhou como metalúrgico, mas atualmente, trabalha como zelador em um condomínio da cidade onde mora. Pai de 4 filhos, é casado  com a dona Joaquina, com quem vive há mais de 25 anos.

Ulisses nunca teve vida fácil, semi-analfabeto, ele teve que trabalhar muito duro em variados tipos de serviço até ser encaixado numa empresa que possibilitou sustentar dignamente a família. com o passar dos anos, no entanto, o trabalho que exercia nessa empresa, foi ficando mais difícil de executar.

Vendo que não tinha mais fôlego para lidar com essa mão de obra, ele procurou algo mais fácil para executar. Desde muito cedo, Ulisses sempre procurou cuidar bem da saúde, mas a doença não escolhe a quem e nem ninguém.

Numa dessas idas e vindas ao médico, o homem de 52 anos fora diagnosticado de acordo com a medicina com um câncer em  estágio elevado. Segundo o médico, Ulisses teria menos de um ano, ou no mais tardar dois anos, de vida.

A noticia, para o chefe de família, caiu como uma bomba. Para ele, foi uma verdadeira ducha de água fria. Ele jamais pensara que algum dia poderia estar acometido por uma doença tão grave Ulisses ama sua família.

Para ele e para os filhos, nunca houve segredos. Todos os problemas que cada membro da família enfrentava, era compartilhado com todos. Porém dessa vez, o coração de Ulisses estava apertado. Ele não queria alarmar os seus queridos com essa noticia bombástica.

A saúde da mulher de Ulisses não era uma das melhores. A mulher de 51 anos é hipertensa e já deu vários sustos aos familiares. Com medo da reação da mulher, caso soubesse a verdade, Ulisses resolveu guardar pra si essa notícia.

Deveria ele guardar somente para si a informação de que os seus dias estão contados? Ou compartilhar com a família essa triste noticia? Em seu intimo, Ulisses pensava: “E se o médico estiver errado? Afinal, médico não é Deus. E se ele se enganou? Eu posso alarmar a minha família desnecessariamente. Posso fazer com que sem motivo, Joaquina venha a se sentir mal e não quero que eles passem por isso.”

Mas, na cabeça de Ulisses passava também a possibilidade de ser verdade: “E se o médico estiver certo? Devo contar a eles que tenho tão pouco tempo de vida? Sinceramente não sei o que fazer.”


No lugar de Ulisses, o que você faria? Contaria a verdade pra sua família? Diria a eles que está doente e tem pouco tempo de vida ou não falaria nada e agiria como se tudo estivesse bem? O que você faria?

Poesias & Crônicas de Márcio Nato